O Poder da Vitamina E

Pesquisas apontam para vitamina E por ser a grande responsável pela diminuição do risco de uma série de enfermidades tais como: Ataque cardíaco, Derrame cerebral, Câncer, Diabetes, Cataratas, Dores musculares, Resfriados e Infecções em geral. Alguns estudos confirmam que a vitamina E ativa o sistema imunológico.

Alimentos ricos em vitamina E são: Nozes, trigo integral e derivado, germe de trigo, amendoim, óleo de oliva e vegetais verde escuros.

Hábitos Saudáveis

1- Ter um bom fracionamento das refeições. Fazer de 04 a 05 pequenas refeições por dia.

2- Mastigar bem os alimentos, pelo menos de 25 a 35 vezes cada garfada.

3- Ingerir bastante líquidos, principalmente água, mas sempre entre as refeições.

4- Consumir bastantes alimentos ricos em fibras (verduras, frutas e cereais).

5- Inicie as refeições com as verduras ou com os legumes crus.

6- Não se deve dormir logo após uma refeição (o metabolismo diminui, com isso aumenta o armazenamento dos nutrientes, principalmente a gordura).

7- Não abusar do uso de açúcar, sal e condimentos.

8- Variar o máximo possível os alimentos nas refeições.

9- Praticar atividade física freqüentemente (caminhada, corrida, futebol, etc.)

10- Evitar frituras e refrigerantes.

 

Dicas Para Uma Dieta Saudável

Uma dieta saudável é fundamental para saúde dos dentes, para o crescimento da criança e pode contribuir com o tratamento ortodôntico. Observe sempre os seguintes cuidados.

1. Evite, sempre que puder, os alimentos com grandes quantidades de açúcar.

2. Evite “beliscar” entre as refeições. Comer o dia todo é muito prejudicial.

3. Dê preferência para frutas, verduras e legumes.

4. Evite uma dieta muito pastosa, pois além de aumentar o risco de cáries não estimula a mastigação.

5. Evite, em crianças, mamadeiras açucaradas antes de dormir e durante o sono.

6. Restrinja doces, chocolates e bolachas a períodos pré-estabelecidos (após as refeições).

7. O consumo de café durante todo o dia pode levar a um aumento na incidência de cáries e alterar a coloração dos dentes e restaurações.

8. Os alimentos e bebidas muito corados também devem ser evitados.

9. Evite o consumo de balas e chicletes durante todo o dia.

10. Se for o caso, dê preferência às balas e chicletes sem adição de açúcar.

Alimentação Durante o Verão

Nos dias de clima quente não podemos esquecer de repor a água e os nutrientes que perdermos através da transpiração e do esforço físico. Quando se transpira demais perde-se minerais como potássio, zinco e vitaminas hidrossolúveis como a C e do complexo B. Para a reposição desses nutrientes devemos incluir em nossa dieta alimentos como: grãos integrais, ostras, carne de boi, frango e leite (ricos em zinco), batata tomate e banana (ricos em potássio), cereais, integrais, legumes, fígado de boi e carnes vermelhas (ricos em complexo B), frutas cítricas e vegetais verde-escuros (ricos em vitamina C).

Por outro lado, temos que dar atenção especial aos líquidos que vamos ingerir. Sem dúvida devemos tornar bastante água e suco de frutas frescas. Os sucos industrializados costumam ter açúcar e conservantes em excesso.

É importante aumentar o consumo de frutas frescas, que contém cerca de 80% a 90% de água e, em sua maioria tem poucas calorias e muitas fibras e vitaminas. As bebidas isotônicas são mais indicadas para atletas, podendo ser consumidas por quem não pratica esportes desde que com moderação.

Cereais integrais, frutas, verduras, arroz, feijão e batata são ricos em carboidratos complexos. Ótima fonte de energia e essenciais para regular a quantidade de açúcar no sangue, evitando a hipoglicemia (falta de açúcar no sangue, que pode ter como causa, entre outras, a má alimentação e gasto excessivo de energia).

Os carboidratos simples, por serem rapidamente absorvidos, desestabilizam a taxa de açúcar do sangue, oferecendo somente picos de energia. Devem ser, portanto, evitados o açúcar e os doces em geral.

Um mínimo de gordura é necessário ao organismo, mas devemos dar preferência às ricas em ácidos graxos polinsaturados, como óleos e gorduras vegetais, pois são mais saudáveis e não aumentam as taxas do colesterol sangüíneo.

A ingestão de sal, principalmente no verão, deve ser controlada para evitar retenção hídrica e um conseqüente inchaço.

Para facilitar a digestão, é bom fazer refeições pouco volumosas várias vezes ao dia (de 04 a 06 pequenas refeições), compostas de carnes magras, queijos brancos, leite desnatado, verduras, legumes, frutas, cereais e leguminosas. Refeições muito volumosas ou compostas por alimentos ricos em gorduras (queijos amarelos, manteiga, leite integral, carnes gordas, frios, embutidos, banha, frituras), massas ou doces muito elaborados são de difícil digestão, sobrecarregando o sistema intestinal e causando uma sensação de moleza e sonolência.

 

A Importância Das Vitaminas

A Vitamina B1, também chamada tiamina, é encontrada em alimentos de origem animal e vegetal. Pão integral, arroz, cereais integrais, massas, carnes em geral, principalmente fígado, rins e peixes, ervilhas, feijões, castanhas e ovos são também boas fontes desta vitamina.

Funções: Controla as enzimas envolvidas nas reações químicas que transformam a glicose (açúcar) em energia. Participa da produção de energia necessária ao funcionamento dos nervos, músculos e coração.

A Vitamina B2 (riboflavina) é encontrada também em muitos alimentos de origem animal e vegetal. Fontes desta vitamina incluem leite, fígado, queijo, ovos, verduras, lêvedo de cerveja, cereal integrais, cereal enriquecidos e germe de trigo.

Funções: Estimula a liberação de energia dos nutrientes. Ajuda a produção de hormônios. Mantém saudáveis as mucosas.

A Vitamina B6 ou piridoxina é encontrada no fígado, aves, carne de porco, peixe, banana, feijões, batata e em muitas frutas e legumes.

Funções: Produz energia a partir dos nutrientes. Ajuda a formar hemácias e anticorpos. É útil para o sistema nervoso e digestivo e é boa para a pele.

A Diferença de Diet e Light

Alimentos Diet: São aqueles que foram modificados para atender uma determinada finalidade, sem açúcar para o diabético ou sem gordura para os que necessitam de uma baixa ingestão de gorduras, sem sal para hipertensos. Esse tipo de alimentos não tem necessidade de ter uma redução calórica.

Alimentos Light: São todos os alimentos que foram abrandados ou diminuídos em um ou mais de seus nutrientes e tem uma redução calórica.

O que seria caloria?
É a unidade com a qual se mede o valor energético dos alimentos. Especificamente equivalente à quantidade de calor necessária para elevar de um grau (14,5 a 15,5ºC) a temperatura da massa de 01 grama de água, e é representada por cal.

O valor calórico dos alimentos é bem variado. Se compararmos o número de calorias ingeridas com o desgaste de energia, de acordo com a idade, peso e trabalho, o nutricionista poderá determinar o valor calórico apropriado para cada pessoa.

Descubra onde encontrar as calorias que fazem bem ao organismo.
Caloria é toda a energia que o organismo absorve e gasta diariamente. Conhecido como o ?combustível do corpo humano? é sempre ingerido através de alimentos como pães, massas, legumes, frutas e verduras, que são as primeiras fontes de energia a serem queimadas pelo organismo. Por isso são chamadas de Calorias Rápidas.

Gorduras e proteínas (carnes, óleos vegetais, leites, queijos e ovos) são a segunda fonte e produzem a maioria da reserva energética do corpo. São classificadas como Calorias Lentas porque a digestão é um pouco mais demorada.

A terceira fonte de energia é conhecida como as Calorias Vazias. Elas não trazem nenhum benefício ao organismo e nem oferecem qualquer nutriente. Estão presentes nas bebidas alcoólicas, refrigerantes e os doces. Só servem para engordar.